26/07/2013 às 10:10 - Atualizado em 18/02/2016 às 21:06

Palestra reúne empresários do comércio de Caçador

Sincovasc

O Sindicato do Comércio Varejista de Caçador (Sincovasc) promoveu na noite desta quinta-feira, 25, uma palestra com o assessor econômico da Federação do Comércio de Santa Catarina (Fecomércio), Mauricio Mulinari. O evento aconteceu na sede do Rotary Clube e contou ainda com a presença do diretor executivo da Fecomércio, Marcos Arzua, o presidente do Sincovasc, Waldir Binotto, além dos empresários caçadorenses.

O diretor da Fecomércio, Marcos Arzua, destacou a importância do encontro como uma oportunidade de troca de ideias. “Ficamos honrados com o convite do Sindicato e não poderíamos deixar de vir a Caçador. Encontros como esse são importantes para aproximar a Federação dos associados, trocar ideias para termos mais produtividade e por consequência um comércio mais forte”, disse.

Para ele, o Brasil passa por um momento turbulento não só na vida civil e política do país, mas também da economia. “O comércio vem segurando a economia nos últimos anos e agora também está sentindo os efeitos dessa falta de crescimento do país. Esse panorama nos preocupa. Por isso estamos aqui para essa conversa. Não temos previsões futuristas, mas sim um retrato do momento e as perspectivas que a gente visualiza em termos econômicos para o nosso estado e o nosso país”, acrescentou.

Na palestra, o economista Mauricio Mulinari lembrou que a economia hoje não tem o mesmo vigor. “Até o final de 2010 o Brasil era a bola da vez, agora passa por um sério problema de crescimento, o comércio já não vende mais como anteriormente, o mercado interno já não cresce mais com a alta da inflação. É preciso entender isso para encontrar alternativas para superar esse momento”, explicou.

Segundo Mulinari, há uma previsão que no último trimestre desse ano o comércio registre uma pequena melhora. “O crescimento previsto de 2% é maior do que o ano passado, mas ainda muito aquém daquilo que o país precisa para se manter como uma economia pujante no cenário mundial”, afirma.

 

Por fim, o economista sugeriu aos empresários a se manterem atualizados com o que está acontecendo na economia, com o setor que trabalham e com a organização das suas empresas. Ele citou pesquisas divulgadas pela Fecomércio (endividamento, intenção de compra em datas comemorativas, inadimplência, entre outras) que podem ajudar no planejamento e no melhor resultado nos negócios.

 

"Fonte: www.cacador.net"

Sobre o Sindicato

Sindicato do Comércio Varejista de Caçador